Congressos na São Paulo International Wine & Cachaça Trade Fair atraem o setor de bebidas para debate

 

Organizados pela Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), vinculada ao governo estadual do Estado de São Paulo e também pelo Instituto Brasileiro da Cachaça (IBRAC), as palestras e painéis discutirão sobre importantes temas do setor

O maior e mais conhecido centro de exposições de São Paulo, o Pavilhão de Exposições do Anhembi, na zona norte da Capital, recebe entre os dias 19 e 21 de setembro de 2018 –das 12h00 às 20h00– o maior evento de negócios direcionado ao mercado de bebidas adultas do Brasil. Acontecem simultaneamente neste período as feiras Cachaça Trade Fair e Wine Trade Fair, dividindo o pavilhão e reunindo o setor. São Paulo é o maior mercado do Brasil. É na cidade que acontecem as mais definitivas negociações, e ela é o centro nervoso da economia do país.

Produtores, importadores, compradores e negociantes de bebidas encontram no evento uma rara e importante chance de entabularem negociações que devem atingir algo em torno de 8 milhões de reais em negócios, de acordo com as expectativas da diretora do evento, Zoraida Lobato, da Market Press Eventos.

Os Congressos que fazem importante parte do conjunto de eventos, serão organizados pela Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), vinculada ao governo estadual do Estado de São Paulo e também pelo Instituto Brasileiro da Cachaça (IBRAC). Durante os três dias de evento, além das rodadas de negócios, os empresários poderão reciclar conhecimentos através de painéis e palestras. Veja a programação:

Data/Horário Tema Mediador
19/09 -15h Abertura oficial da Feira Eduardo Viotti
19/09 – 18h Como escolher, comprar, estocar e vender vinho em restaurantes Anna Rita Zanier, Sommelier A.I.S e WineEducator e proprietária de Restaurante
20/09 – 14h Mudas de Videiras – Seleção sanitária: registro, conservação e difusão de material genético de videiras

 

Mediadora: Adriana Verdi
Daniel Santos Grohs (EMBRAPA/Bento Gonçalves-RS) e Mara Moura (IAC/APTA-SP)

 

20/09 – 16h Ações do Setor de Vinhos e Bebidas do MAPA – Cadastro Vitivinícola Nacional Helder Moreira Borges (MAPA – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento/Brasília-DF)
20/09 – 18h Desafios da Substituição Tributária para o Setor de Vinhos Adriana Verdi (APTA/SAA-SP) como mediadora, André Félix (sócio da San Martin, Carvalho e Felix Ricotta Advocacia) e Luciano Lopreto (Vinícola Góes)

 

21/09 – 13h00 Reunião Câmara Setorial da Uva e Vinho Produtores –sindicato e associações comerciais e prefeituras de São Paulo
21/09 – 14h Cases de Sucesso – Vitivinicultura de Altitude em Santa Catarina: inovação e empreendedorismo

 

Emílio Brighenti (EPAGRI/São Joaquim-SC)
21/09 – 15h Cases de Sucesso – Vinícola Guaspari: novo paradigma da vitivinicultura paulista Fabrizia F. GennariZucherato (Vinícola Guaspari)
21/09 – 16h Bebidas Alcoólicas no Brasil: Oportunidades e Tendências na Cachaça Angelica Salado | EuromonitorInternational
21/09 – 17h Cachaça: História, Cultura e prazer do Brasil Gilberto Freyre
21/09 – 18h Comercialização de Vinhos no Varejo Nacional

 

João Paulo Cruz de Sousa (gestor de vinhos do grupo GPA/São Paulo)

 

21/09 – 19h00 Mesa Redonda: A Cachaça à Mesa – Quebrando Paradigmas Mediador: João Almeida Convidados: Renato Frascino, Bruno Videira, Maurício Maia, Isadora Fornari,

 

 

Dados do setor

É importante notar que apesar de 2018 serum ano de crise e de eleições majoritárias, o mercado de vinhos cresceu 18% no primeiro semestre, 2018, muito acima da média da economia nacional como um todo, segundo o Ibravin, que representa os vinhateiros gaúchos, com um incremento de mais de 15% no consumo da bebida nos últimos três anos. A entidade espera fechar 2018 com um crescimento de 30% na exportação em relação ao ano anterior.

O mesmo otimismo permeia o setor de cachaça. Segundo o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, a exportação de cachaça fechou 2017 com 13,4% a mais que 2016. No ano passado, o segmento movimentou um mercado avaliado em R$10 bilhões. Para as exportações, 2017 foi um excelente ano para setor de aguardente de cana. Mais de 60 países, liderados por Estados Unidos, Alemanha, Paraguai, França e Portugal, receberam a produção brasileira, o que gerou uma receita bruta de US$ 15,80 milhões (correspondente a 8,74 milhões de litros).

Existem no Brasil cerca de 1,5 mil produtores registrados no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), oferecendo mais de 4 mil marcas. O Instituto Brasileiro da Cachaça (IBRAC) estima que o Brasil possua capacidadeinstalada para elaborar 1,2 bilhão de litros/ano. No entanto, a produção está estimada entre 700 e 800 milhões de litros/ano.

O evento reunirá empresas das diversas atividades correlatas ao segmento de bebidas, desde produtores de vinho e de cachaça a empresas de outros setores, tais como fornecedores de embalagens, maquinário, rolhas e tampas técnicas, insumos e rótulos, entre outros.

O Anhembi será palco de uma ampla rodada de negociações que acabará por resultarem maior permeabilidade e conectividade a este importante mercado. A feira é direcionada aos proprietários de bares e restaurantes, sommeliers, maîtrese barmen, gerentes de alimentos e bebidas de redes de hotelaria, atacadistas, distribuidores, supermercados, adegas, lojas de conveniência, importadoras e quaisquer outrosestabelecimentos que se interessem em comercializar esse tipo de produto.

Serviço:

São Paulo International Wine & Cachaça Trade Fair

Data: 19 a 21 de setembro

Local: Pavilhão Anhembi

Mais informações: www.cachacatradefair.com.br e www.winetradefair.com.br

imagem_release_1432546

No coração econômico do Brasil, o Pavilhão do Anhembi, acontece essa grande rodada de negócios
Divulgação

imagem_release_1432549

De 19 a 21 de setembro, no principal centro de exposições da cidade, o Pavilhão do Anhembi, será realizada a segunda edição da Cachaça Trade Fair
Divulgação

Check Also

Festa de Confraternização da Copacesp foi realizada com sucesso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *